Reforçada oferta de autocarros na Área Metropolitana de Lisboa

Aml 1 1024 2500
2020/07/01

A partir de dia 1 de julho, a oferta rodoviária de transporte público de passageiros na região metropolitana de Lisboa vai ser reforçada para 90%, relativamente à existente no período pré-pandémico.

"A ideia é, nesta fase, consolidar uma oferta de 90%. Depois, em cima desses 90%, iremos estar atentos para reforçar aquilo que vier a ser preciso, tendo em conta, naturalmente, a própria capacidade de resposta de cada um dos operadores privados", referiu Carlos Humberto de Carvalho, primeiro-secretário da Área Metropolitana de Lisboa, no decorrer da reunião do Conselho Metropolitano de Lisboa, no final da semana passada.

"Este reforço só é possível graças à convergência de ideias entre o governo, as autarquias, a Área Metropolitana de Lisboa e os operadores e implica um esforço financeiro suplementar de cerca de dez milhões de euros, por mês, incluindo-se aqui todos os modos de transporte, públicos e privados, acrescidos aos mais de 10 milhões já investidos mensalmente no sistema de transportes públicos, através do PART - Programa de Apoio à Redução Tarifária", adiantou Carlos Humberto de Carvalho.

O reforço agora conseguido é transversal a todos os operadores rodoviários privados de transporte público de passageiros e representa uma melhoria substancial da oferta (dos atuais 60%, para cerca de 90%).

Carlos Humberto de Carvalho destacou ainda que tanto os autarcas como os operadores estarão "mais atentos" e que a Área Metropolitana de Lisboa analisará "linha a linha, percurso a percurso, horário a horário, para perceber onde é necessário fazer um reforço adicional".

facebook Instagram twitterissuuyoutube

Município da Moita © 2020 | Todos os direitos reservados      Desenvolvido por:  spd