COVID-19 | Proteção Civil Municipal apela novamente ao cumprimento das regras de proteção

Comunicado protecao civil  1 1024 2500
2021/07/21

O aumento do número de casos no concelho, que acompanha a tendência nacional, implicou algum retrocesso no processo de desconfinamento no concelho da Moita, pelo que a Comissão Municipal de Proteção Civil apela, novamente, ao cumprimento das regras da DGS, nomeadamente à manutenção do distanciamento físico, sobretudo em locais com várias pessoas, onde se permaneça mais do que breves minutos, juntamente com a correta utilização de máscara e a frequente higienização das mãos, em todos os locais, interiores ou exteriores, onde as pessoas se encontrem com outras pessoas não coabitantes, independentemente do seu vínculo familiar, de trabalho ou outro.

Na sua última reunião, a 15 de julho, as entidades que integram a Comissão Municipal de Proteção Civil, bem como os presidentes das juntas de freguesia da Moita, Alhos Vedros e União de Freguesias de Baixa da Banheira e Vale da Amoreira, apresentaram o balanço da situação nas respetivas áreas de intervenção, com menção às atividades de apoio aos munícipes em situação de isolamento. Ficou expressa, por todos os participantes, a preocupação com o aumento expressivo de casos no concelho da Moita, embora não existam, até agora, casos em estruturas residenciais de idosos.

Os pedidos de apoio, na sequência dos inquéritos epidemiológicos efetuados através dos novos sistemas informáticos, continuam a ser articulados com a Proteção Civil Municipal e o Serviço de Ação Social do Município, que fazem posteriores contactos com as juntas de freguesia e as IPSS locais para providenciar as necessidades das famílias com casos positivos.

O processo de vacinação no Centro de Vacinação Contra a Covid-19 do Município da Moita passou, desde o início do mês de julho, de uma média de cerca de 600 vacinas por dia para uma média de cerca de 800 vacinas diárias. Já se atingiu a capacidade de cerca de 1000 vacinas por dia neste Centro de Vacinação. No entanto, nos próximos dias, prevê-se um decréscimo no ritmo de vacinação, devido a escassez de vacinas em Portugal.

facebook Instagram twitterissuuyoutube

Município da Moita © 2020 | Todos os direitos reservados      Desenvolvido por:  spd